Conceitos de Iluminação - Nitrolux

Ir para o conteúdo



O que é luz?
É uma radiação eletromagnética que se apresenta sob forma de ondas, que se propagam em linha reta com velocidade média de 300.000km/s, e tem a capacidade de causar sensação visual.



Fluxo luminoso
A radiação total emitida em todas as direções por uma fonte luminosa ou fonte de luz que pode produzir estímulo visual.
Unidade de medida: Lúmens (lm)



Intensidade luminosa
É a quantidade de luz que uma fonte emite por unidade de ângulo sólido projetada em uma determinada direção. O valor está diretamente ligado à direção desta fonte de luz.
Unidade de medida: Candelas (cd).


Iluminância
É o fluxo luminoso que inside sobre uma superfície situada a uma certa distância da fonte, ou seja, é a quantidade de luz que está chegando em um ponto. Esta relação é dada entre a intensidade luminosa e o quadrado da distância (l/d²). A iluminância pode ser medida através de um luxímetro, porém, não pode ser vista. O que é visível são as diferenças na reflexão da luz. A iluminância é também conhecida como níveis de iluminação.
Unidade de medida: lux (lx)


Luminância
É a intensidade luminosa de uma fonte de luz produzida ou refletida por uma superfície iluminada. Esta relação é dada entre candelas e metro quadrado da área aparente (cd/m²).
A luminância depende tanto do nível de iluminação ou iluminância, quanto das características de reflexão das superfícies.
Unidade de medida: (cd/m²).
Temperatura de cor
Temperatura de Cor expressa a aparência de cor da luz emitida pela fonte de luz.
Essa definição está baseada na relação entre a temperatura de um material hipotético e padronizado, conhecido como "corpo negro radiador", e a distribuição de energia da luz emitida à medida que a temperatura do corpo negro é elevada a partir do zero absoluto.
A unidade de medida da temperatura de cor é o Kelvin (K). Quanto mais alta a temperatura de cor, mais clara é a tonalidade de cor da luz. Quando falamos em luz quente ou fria, não estamos nos referindo ao calor físico da lâmpada, e sim a tonalidade de cor que ela irradia ao ambiente. Luz com tanalidade de cor mais suave torna-se mais aconchegante e relaxante; luz mais clara torna-se mais estimulante.
A temperatura de cor é uma analogia entre a cor da luz emitida por um corpo negro aquecido até a temperatura específicada em Kelvin e a cor que estamos comparando.
Ex.: uma lâmpada de temperatura de cor de 2.700K tem tonalidade suave, já uma outra de 6.500K tem tonalidade clara.

 
Onde utilizar as lâmpadas de luz amarelada e de luz branca?
A luz branca proporciona um ambiente mais dinâmico ideal para áreas de trabalho, já a luz amarelada proporciona um ambiente mais aconchegante ideal para áreas de descanço.
Quanto ao uso de uma ou outra lâmpada (mais branca ou mais amarelada) ou a combinação entre elas, trata-se de uma questão de gosto particular, ou seja, dependerá do efeito, harmonização com as cores de mobília e paredes que cada um pretende para o seu ambiente.
Índice de reprodução de cor
É a capacidade que uma fonte luminosa possui de reproduzir as cores dos objetos com fidelidade. Conhecido como IRC, utiliza uma escala que vai de 0 a 100. Quanto mais próximo o IRC for  ao número 100, mais fielmente as cores serão reproduzidas. O IRC varia de lâmpada para lâmpada, já que sua eficiência na reprodução de cores está ligada a tecnologia e as características técnicas de cada uma. Importante lembrar que IRC não pode ser confundido com temperatura de cor, pois a capacidade das lâmpadas de reproduzirem bem as cores (IRC) independe de sua temperatura de cor (K). Existem tipos de lâmpadas com temperaturas de cor diferentes e com o mesmo IRC.
Eficiência energética ou Eficácia luminosa
É a relação entre o fluxo luminoso gerado para cada W (Watt) consumido (lm/W).
Quanto maior a emissão de lúmens gerados por Watt consumido, mais eficiente é a fonte de luz e maior economia de energia será obtida.
É útil para averiguarmos se um determinado tipo de lâmpada é mais ou menos eficiênte do que outro.
Voltar para o conteúdo